sexta-feira, 23 de setembro de 2011

PROJETO : IDENTIDADE E AUTONOMIA

 
PROJETO: IDENTIDADE E AUTONOMIA

CLIENTELA:
Crianças de 1 ano e três meses a 2 anos, professoras, mães e educadores.

DURAÇÃO:                
Durante todo o ano.

OBJETIVO GERAL:
- Trabalhar a identidade da criança, possibilitando o reconhecimento de si mesma, identificando suas características e potencialidades, seus limites e estimulando atitudes de cuidados com seu corpo, seu ambiente e seus pertences; finalizando com o seu controle esfincteriano e a conquista de sua autonomia.
           
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Identificar sua pessoa e seu nome no grupo de convívio;
- Estabelecer, no decorrer do ano, atitudes de auto-cuidado, valorizando os hábitos de higiene, alimento, segurança, cuidados com a aparência;
- Brincar com oportunidades de descobertas;
- Compreender a sua participação nos grupos de convívio, respeitando suas regras básicas e a diversidade que os compõe;
- Adquirir o seu controle esfincteriano e o alimentar sozinho.

JUSTIFICATIVA:
Visando o direito da criança perante o Estado de ter a sua formação educacional desde seu nascimento, este projeto foi montado para proporcionar a ela, de forma integrada, experiências pedagógicas de aprendizagem promovendo o reconhecimento de seu “EU” e a formação de sua autonomia.

DESENVOLVIMENTO:
- Uso do espelho para reconhecimento da sua pessoa;
- Músicas para identificar nomes dos colegas e o seu;
- Reconhecer sua imagem e a dos colegas nas fotos;
- No painel de aniversário localizar seu nome e até de alguns colegas;
- Processo de tirar fraldas – controle esfincteriano;
- Expressões faciais e corporais: espreguiçar, bocejar, sorrir, cara triste, chorando, gargalhadas, bochechas de ar, beijinhos, dar ‘tchau’, dar abraço, dormir, roncar, fazer caretas;
- Dominó de expressões faciais: triste, alegre, zangado, assustado;
- Traçado do corpo em papel Kraft;
- Brincar de mímicas;
- Mural de fotos das atividades ministradas no decorrer dos meses;
- Traçados do corpo (esquema corporal) montando o corpo dos dois gêneros;
- Cantigas estimulando o conhecimento do corpo;
- Brincadeiras com bolas envolvendo o seu nome;
- Alimentar-se sozinho, adquirindo o hábito correto de segurar a colher.

RECURSOS MATERIAIS E HUMANOS:
Fotografias, gravuras, espelhos, bonecos e bonecas, bolas, papéis coloridos, giz de cera, giz, canetinhas, CDs, livros, alunos, funcionários do CEMEI e comunidade. Família, DVD, rádio e TV.

METAS:
Que a criança se torne capaz de se identificar e identificar também os colegas, se tornando independente, desenvolvendo assim suas capacidades de acordo com a sua faixa etária.

AVALIAÇÃO:
Através de observações diárias das atividades apresentadas, visando estabelecer o desenvolvimento físico, psíquico e social da criança.

SUGESTÕES:
- Brincadeiras de faz-de-conta;
- Peças teatrais com fantoches;
- Roda de histórias (as preferidas).
  
CULMINÂNCIA:
- Organizar um piquenique com os alunos, usando crachás de identificação;
- Lanche preferido de cada um;
- Brinquedo predileto;
- Após o lanche, utilizar brinquedos e realizar brincadeiras.

    SUGESTÃO DE ATIVIDADE

    Nome do jogo: Boliche de identificação.
    Faixa etária: De 1 a 3 anos.
    Educadora: Elizabete Maria da Silva.

    Objetivos:

- Desenvolver a capacidade de pensar, agir, interagir e relacionar em grupo;
- Desenvolver a atenção, a socialização e a oralidade;
- Identificar figuras iguais;
- Propiciar o movimento para o arremesso;
- Comparar imagens ampliando sua visão de mundo, sua oralidade e sua concentração.


Desenvolvimento:

Crianças assentadas em semicírculo, uma inicia arremessando a bola para derrubar as caixas. Se conseguir derrubar, a criança vai até elas e pega para ver e identificar as figuras iguais ou parecidas para identificar os pares. É um momento de concentração, possibilitando o desenvolvimento da oralidade, da atenção e da exploração de objetos
Elizabete Maria da Silv
6° período, Pedagogia
CEMEI “Arco- Íris”



Nenhum comentário:

Postar um comentário